RSS

Apagão de Mão de Obra e de Talentos

04 nov

Muito tem se falado sobre um apagão de mão de obra e de talentos …

Recentemente foi publicado o resultado estatístico de testes de português aplicados aos candidatos a estágios das mais diferentes modalidades em amostragem significativa de mais de 8000 testes. O resultado pode ser visto no link anexo . Porém o que me aflige é que a tendência de perda de qualidade alem da falta de quantidade é gritante e crescente. O que será o resultado aplicado nos próximos 3 ou 5 anos com os alunos vindos do ensino fundamental já no critério vigente de progressão automática e ausência de provas ?

http://www.administradores.com.br/informe-se/noticias-academicas/estagio-quase-50-dos-candidatos-demonstram-nao-dominar-lingua-portuguesa/47668/#.TmTPVVGiA9M.email

Exame edição 1000 – China em 2015 com menor oferta de MO do que o país pode ofertar com deficit de até 50 milhões de trabalhadores.

Callaghan afirma que a falta de mão de obra qualificada é global. “Na Austrália, por exemplo, algumas indústrias como a de mineração têm recursos e dinheiro, mas não trabalhadores”. Já Julius Z. X. Liu, que comanda a delegação de Taiwan no evento, diz que a questão é ainda mais grave em seu país, devido ao alto número de fábricas e indústrias. “Formar pessoas capazes de realizar trabalhos técnicos tem de ser prioridade. Produzimos, por exemplo, grande parte dos componentes eletrônicos de computadores e telefones celulares que são vendidos em todo o mundo”, explica.

Em sua opinião, o problema da atração e formação de jovens em cursos técnicos tem raízes profundas e é difícil de ser solucionado. “As escolas têm professores desatualizados, equipamentos ultrapassados e modelos antiquados. Por outro lado, a tecnologia muda todos os dias. Desse modo, é preciso ensiná-los a pensar e a encontrar soluções, não apenas a operar máquinas”, pondera.( Jornal Valor de 10.10.11 -Jovens fogem da carreira técnica)

Técnicos estão sendo “importados ” do Chile e outros países da América Latina , engenheiros e especialistas em TI virão do China ?

Houve recentemente um evento sobre o tema e dele me impressionou a percepção de áreas de governos como a Secretaria de desenvolvimento econômico e trabalho do Município de São Paulo quando seu
representante disse:

” Não vivemos um apagão de mão de obra ou talentos somente , mas vivemos um apagão de educação e de gente com vontade de trabalhar” !!! Isto em parte sustentado pela experiência de que nos programas de
inserção de pessoas no mercado de trabalho com verbas federais e pagando até quase R$600,00 por mês para as pessoas estudarem um pouco para poderem ser selecionadas em empregos básicos , a evasão já é de mais de 30% no primeiro mês.

Bem isso é MOD de base!?

Pois bem. Vejamos o que disse o Prof. Dr. Cardoso, Diretor da Poli USP: nas diversas escolas de engenharia do Brasil temos algo como 34 mil vagas por ano. Nos vestibulares preenchemos somente 27 mil, mas agora vem o melhor, por ano só se formam 7 mil engenheiros para uma demanda anual de 13 mil novos engenheiros no Brasil, pelo menos.

De outro lado ficou patente que para selecionar e atender demanda as empresas estão construindo modelos de seleção e treinamento cada vez mais sofisticados e mais caros obviamente.

O custo Brasil dentro de 1 a2 anos não será somente infra-estrutura precária, portos ineficientes, impostos e encargos acima da média mundial , mas terá também certamente uma inflação crescente nos salários das funções mais disputadas , e um custo de incremental 3 a 4 % do custo total da produção  para compensar a qualidade de qualificação e capacitação decrescentes para os que queiram manter produtividade e competitividade adequadas em mercado global. Se você é empresário pense nisso e antecipe soluções paliativas.

Os EEUU não estão muito diferentes disso. Os asiáticos serão uma fonte real de sustentação dado que já escolheram a educação como solução há mais de 20 anos. Nós se de fato escolhermos isso agora, dentro de 20 anos podemos reverter o cenário.

O cenário infeliz e mais provável é de uma redução na velocidade do crescimento e como conseqüência uma redução na pressão do apagão; e não será por falta de investimentos em infra-estrutura como alguns
especialistas já falaram tão insistentemente. Será porque negligenciamos a educação fundamental e secundária há mais de 40 anos por medo de ter nosso povo capaz de entender e questionar os destinos da nação e fazer melhores escolhas nas eleições e seus destinos políticos e sociais.

Será também porque negligenciamos por muito tempo a formação técnica média privilegiando um pseudo 3º grau decadente. Hoje um MBA não é mais do que uma compensação de um curso de administração decadente se comparado ao que se tinha como currículo básico nos anos 70 ou 80. É também um novo business
inegavelmente com milhares de estudantes buscando uma complementação que se oferece aos módicos R$ 20 ou 30 mil por ano e que as empresas desesperadas colocam como pré requisito, dada a baixo qualidade da média dos recém formados na graduação.

O sistema S é bom e subsiste porque é compulsório por lei e sustentado como custo ou imposto, pela indústria e comércio, mas é pouco! As Fatec de São Paulo , em franca expansão uma exceção à falta de previdência nesta área. Pode ser parte da solução ao menos no sudeste do Brasil.

O cenário de o Brasil continuar a crescer 4 ou 5 % ao ano daqui pra frente vai esbarrar na falta de infra-estrutura, falta de gente , falta de competitividade de custos para mercado global, falta de governo correto
e honesto , falta de legislação moderna , falta de uma CLT mais flexível, falta de um empresariado mais atuante e menos subserviente a custas de subsídios e favores tributários, e falta de uma cultura baseada em valores sólidos dos quais , pela amostra recente de nosso congresso, executivo e até alguns do judiciário , estamos muito longe de conseguir.

O complemento desta idéia em termos de oportunidade para os interessados em desenvolver suas carreiras de forma pujante na próxima década está no newsletter de novembro de www.carpsi.com.br.

Este newsletter também aborda uma questão colocada quanto ao potencial das pessoas neste cenário. Potencial existe e não existe apagão de potencial. Existe quem sabe oportunidades individuais de empresas e até governos locais para disponibilizar meios de fazer este potencial ser de fato aproveitado enquanto o apagão real de mão de obra , talentos prontos e vontade de trabalhar geram custos que possam ser aceitos pelos benefícios destes esforços .

Em tempo , ainda hoje pela manhã ouvindo noticiário , a falta de mão de obra para final de ano está confirmada nas vagas em aberto e não preenchidas em shopping do país inteiro. Falta também gente que queira trabalhar nos finais de semana.

Estamos realmente em outro mundo !

Planeje sua vida, planeje sua carreira e seja feliz porque os ventos são favoráveis para os que forem perseverantes e persistentes. Haverá espaço para todos porque o Brasil contratou um apagão de Talentos que veio pra ficar!

Cuide-se e olho vivo!

Marcos da Cunha Ribeiro

Anúncios
 
3 Comentários

Publicado por em 04/11/2011 em Contexto, Economia

 

Tags:

3 Respostas para “Apagão de Mão de Obra e de Talentos

  1. Samuel Arroba Junior

    04/11/2011 at 9:16

    Muito bom! Este post registra o que sempre comento com meus amigos, onde me baseio na conversa que tivemos na estrada indo pra São Paulo.

     
  2. Wagner Moraes

    04/11/2011 at 10:39

    Caro Marcos…então a velha máxima da seleção natural “só os mais fortes sobrevivem” pode ser parafraseada assim: “só os mais preparados sobrevivem”…é a “seleção profissional”. Abs. Wagner.

     
  3. Dalbi

    07/11/2011 at 22:48

    Marcão, como de costume, um belo texto, robusto… Eu ainda prefiro acreditar que ofertas e demandas se equilibram no fluxo natural das “coisas”, claro que uma forma de equilíbrio pode vir a ser, infelizmente para nós, uma desaceleração no ritmo das “coisas”. Vivemos agora o oposto de algumas décadas atrás, onde o Engenheiro virava suco. Talvez agora, tenhamos que viver o período do suco que vira engenheiro, até que numa 3a onda, o equilíbrio se apresente… quem sabe ?!?!

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: