RSS

“Qual o futuro do Marketing no Brasil e no Mundo ?”

06 ago

Esta foi a pergunta que fui solicitado a responder por um amigo cursando MBA em Marketing Empresarial .
Compartilho com vocês a resposta sem nenhuma pretenção de exaurir o assunto dado que a pergunta deve compor uma pesquisa para suporte do TCC do MBA certamente.

Mas acho que sempre é tempo para esta reflexão muito oportuna , provocada pelo professor da área .

Primeiro não gosto e nem concordo muito com o nome Marketing Empresarial , pois fica difícil entender se a intenção é simplesmente didática ou até proposta comercial para o MBA , daí conhecer a grade curricular é o que mais importa. ( Marketing de Empresa , ou Marketing no Empreendimento , ou ainda Marketing no empreendedorismo ).
Em qualquer dos casos hoje o Marketing apresenta de forma já consagrada algumas especialidades tais como :
Marketing de Consumo ( de longe o mais tradicional e no Brasil arraigado desde o final da década de 50 )
Marketing Industrial (hoje também conhecido como MKT B2B) e este focado no Marketing entre empresas , ou entre CNPJs , ou entre empreendimentos !!!? Será que seria o seu caso ?
Marketing Direto como especialidade do marketing de consumo no que hoje pode até se confundir com e-commerce e e-business .
Outros com certeza .

Por isso nas academias mais tradicionais ainda se vê Marketing até pós graduação como uma cadeira de especialização de administração ou se como opção de curso superior sempre pautado no MKT de Consumo e as vezes uma pincelada no Marketing Industrial.

Vamos a pergunta :

Minha resposta é : O futuro do Marketing no Brasil ( sempre mias tarde do que no mundo e sempre com uma defasagem média de 10 a 15 anos pelo menos ) é de que o Marketing não seja uma matéria ou uma cadeira mas um conjunto de conhecimento que se mistura com modelos ótimos de gestão e portanto permeia os processos críticos da empresa sempre NO FOCO DO CLIENTE , para prosperidade do Cliente e portanto geração de riqueza e valor para a empresa , para o cliente e para a sociedade no seu entorno. Nesta tendência o Valor tem mais importância do que a escala ou quantidade e tudo está baseado no relacionamento significativo e duradouro entre as pessoas que representam as partes ( portanto empresa / empresa ; pessoa /pessoa; venda/consumidor). Neste cenário a percepção de valor do produto e ou serviço é mais importante do que o preço, da marca e da moda. Os conceitos de Mkt de Consumo e MKT Industrial ficam a cada período mais próximos e mais sinérgicos e o que pode mudar é o tamanho da base de dados e as ferramentas que se utilizam . Mas o velho conceito PPP cai por terra porque hoje o ponto é virtual , o produto é serviço e o preço é percepção de valor.
Recomendo muito a leitura e pesquisa na seguinte bibliografia :
No Foco do Cliente – José Carlos de Teixeira Moreira
Capital do Valor – edição HSM do mesmo JCTM
Marketing 3.0 de Kotler editora Elsevier

Posto isso , agora é a vez de vocês comentarem !!!
Abraços

Marcos

Anúncios
 

Tags:

Uma resposta para ““Qual o futuro do Marketing no Brasil e no Mundo ?”

  1. Rogerio Ribeiro

    09/08/2013 at 10:17

    Grato por sua resposta a tao importante questao, arrisco-me a emitir alguns comentarios topicos (sem grande importancia aparente):
    1. As relacoes estabelecidas entre os diversos modelos de Mkt me levam a pensar na questao Sociedade X Comunidades (Sociedade enquanto invencao moderna que primeiro estrutura o ambiente, reforcando sua institucionalizacao – criacao de padroes de funcoes com a criacao de instituicoes especializadas)
    2. Os velhos enfoques debatidos que hoje tentam harmonizar as ideias de Simmel com Weber (consumo, clientes X produtividade)
    3. Os alinhamentos e desalinhamentos entre governos e mercados (notadamente o desalinhamento de 1973) e as ultimas tentativas de realinhamento em torno dos processos regulatorios (aqui creio existirem questoes graves nao abordadas entre producao/mercado/inovacao
    4. Modelos de governanca para gerarem governabilidade; partindo de pesquisadores basicamente; substituindo-se legalidade por legitimidade; mas sempre ficam as questoes sobre “reconhecimento” e “indeterminacao”
    5. A sociedade em rede e sua base comunitaria que traz a baila novos formatos marxistas e anarquistas (e isso nao eh ruim, apenas mais um fator) na crenca da gigantesca transformacao dos meios de producao e da propriedade destes.
    6. Realidade X Atualidade X Virtualidade e a compreensao das modificacoes do espaco-tempo em diversas circunstancias (varias analises vem sendo produzidas desde o inicio do sec. XXI, as quais sao influenciadoras de novos processos de Mkt).

    Bem, penso em outros, mas ficaria muito extenso, por isso termino por aqui. Claro que os pontos levantados nao abrem debates significativos, mas apenas a oportunidade de ouvi-lo sobre mais alguns aspectos que podem se tornar interessantes.

    Grande abraco,

    Rogerio

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: