RSS

O TEMPO E A VIRADA DE UM ANO – QUAL O REAL SIGNIFICADO?

31 dez

Tempus Fugit = o tempo passa e passa correndo.
Cronos = O tempo do homem.
O tempo cronológico. (Já dizia Gilberto Gil, “se oriente rapaz, pela rotação da terra em torno do sol!”). Não passa de um tempo marcado que no fundo diz que temos 24 horas por dia e 365 dias por ano para viver a cada ano. Por isso tão importante instar para Carpe Diem! Basta para cada dia o seu mal! Viva cada dia e não pense no futuro. Será possível uma leitura tão literal? Se não se planeja, se não se tem objetivos, se não se tem visão de longo prazo, não se tem previdência, os riscos aumentam e infelizmente a maior parte dos cidadãos que vivem o “deixe a vida me levar, leva eu.” é infeliz, incompleto, via de regra, não realizado e na maior parte das vezes sem perspectiva de uma retomada, pois todo o seu modo de pensar é no aqui e agora. Por isso nosso país não tem tradição de construir poupança na economia do estado, da família e da pessoa.
Acredite, esta é uma das características do executivo (povo?) brasileiro no que foi verificado na pesquisa de cultura empresarial brasileira coordenada nas linhas do Instituto Hofstede e no Brasil conduzido pelo Instituto de Marketing Industrial.
Os povos orientais sempre foram mais voltados ao longo prazo e um sentido mais profundo da vida e do propósito para o qual cada um de nós, e todos nós, existimos.
Bem, a cultura ocidental nos últimos anos ( décadas) tem exasperado o foco no curto prazo , nos resultados de curto prazo a qualquer custo e por qualquer meio ( o que chamo de modelo anglo saxônico pragmático de gestão de empresas , de comunidades , de vida !)
O que falar agora na virada do ano quando 365 dias já foram e os resultados econômicos financeiros serão publicados e nada mais poderá muda-los (exceto certas manipulações como no caso Enron, que não duvidem, ainda persistem!). {ou não haveria tanta resistência em adotar os modelos contábeis IFRS – no caso do Brasil lei 11638}
O que não falar das decisões já tomadas em 2012 cujas consequências já sentimos ainda em 2012 ou vamos sentir em 2013!(estas de 2013 certamente nem pensamos nelas!)
Tudo isso porque aparentemente tudo passa mais depressa e tudo muda mais depressa. Este depressa é real ou uma percepção!? O fato é que muda e segue mudando. O fato é que tudo passa e segue passando. Que desafio seguir compreendendo este processo sem entrar em pânico! Aceitando que assim é , sempre foi , e sempre será. Somente que ocupamos nossas mentes com tantas mais informações e fatos e boatos, julgamentos e impressões, preconceitos e conceitos, que aparentemente as coisas ocorrem como nunca foram. No Cronos sempre foram, mas em nossa mente e nossa forma de nos adaptarmos ao que hoje é e como é, ainda não conseguimos ver que isso é normal e sempre será ! Quebra de paradigma? Paradigma cronológico colocado em cheque nos tempos atemporais de informações e dados virtuais e sem tempo.
Pense que hoje mesmo, a cada menos de 30 minutos, um país do mundo comemorou o Ano Novo desde antes de acordarmos para o dia 31, e todos eles , nós , pensando que este momento da virada é único , nosso, e de mais ninguém ! 24 horas de passagem de ano para todo o planeta.
Andeia , andeia , que o tempo, sem tempo não pode parar !! ( disse em poesia Daniel V da Silva!)
O pior é que é mesmo! Não depende o Cronos e do tempo e da orbita da terra em torno do sol! Depende de não nos conformarmos com este tempo, mas nos transformando com a renovação de nossas mentes!! ( Paulo Apóstolo!)
Kairós = o tempo de Deus! (Já dizia Caetano Velos em sua oração ao tempo, que era para a música um deus, “és um senhor tão bonito quanto a cara do meu filho..).
O tempo da visão poética de Caetano é um deus! Como se ele fosse realmente criador, dominador, cuidador e sustentador de tudo no universo!
No contexto da discussão de hoje, vésperas do Ano Novo de 2012 para 2013 colocam o tema de Kairós para o contraponto do Cronos.
O Kairós é facilmente assimilável e compreensível na nossa visão quando nos conformamos que não temos domínio sobre o tempo e que deus o criador Onipresente, Onipotente e Onisciente tem seu próprio tempo e este é diferente do tempo do Homem.
Como poderia ser. se o Cronos é criação do mesmo Deus? Oras, conforta saber que se contamos os dias para nossas vinganças e ela não vem, quando então aprece que veio é porque Deus conta seu tempo diferente do nosso. Ou seria porque contamos os dias para a consagração da esperança humana de uma vida eterna que não virá conforme escrito nas linhas gregas ou hebraicas do VT ou NT porque ninguém sabe o dia? Nem milenistas, nem Amilenistas ou pré-milenistas. Todos de alguma forma frustrados porque não acreditam que nem o Filho do Homem sabe o dia que virá, como de surpresa vem o ladrão na noite? Ou será que vem individualmente no momento da morte tão aterrorizante até hoje para o ser humano?
Será o sentido de Kairós o tempo de Deus para conforto do Homem?
Acho que é tempo de considerarmos um tempo novo e diferente.
O Kairós de Deus é sim resultado de sua criação maior. É o tempo que o Homem ainda vai sofrer para entender. É o tempo sem tempo. É eterno enquanto dure. É o significado real das sabedorias que aprendemos de criança:
Para Deus mil anos são como um dia e um dia são como mil anos! ( pobre de nós Cronológicos!)
Ensina-nos a contas os nossos dias para que alcancemos coração sábio! (mas queremos aprender mesmo?)
Quanto do tempo interfere em nossa percepção afetiva de fatos do passado em nossa memória? Ou das lembranças de nossos queridos que se foram? Ao longo do tempo não interfere e não deve interferir, pois é parte da eternidade de cada um deles ou daqueles momentos em nossa finitude temporária.
Sejamos mais Kairós na nossa visão de tempo para que o Cronos seja nosso aliado e não nosso inimigo!
Demos tempo ao tempo!

Feliz Ano Novo!!!! Cronos na contagem, mas Kairós na percepção e emoção!

Marcos C Ribeiro

Anúncios
 
2 Comentários

Publicado por em 31/12/2012 em Filosofia, Geral

 

Tags: , ,

2 Respostas para “O TEMPO E A VIRADA DE UM ANO – QUAL O REAL SIGNIFICADO?

  1. Heron Caetano

    01/01/2013 at 11:10

    Caro Marcos, obrigado pelas mensagens e amizade! Que você e família vivam todos dias de 2013 experimentando a boa, perfeita e agradável vontade do Senhor do tempo!

     
  2. hcaetano

    01/01/2013 at 11:13

    Caro Marcos, obrigado pela mensagem e amizade! Que em todos dias de 2013 você e sua família experimentem a boa, perfeita e agradável vontade do Senhor do tempo! Feliz ano novo!

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: